O Discordiano que Queria ser rico

Um aspirante a discordianismo queria ficar rico e, todos os dias, ia pedir a Deusa que lhe atendesse às súplicas.
Num dia de inverno, ao voltar da oração, avistou, presa no gelo do caminho, uma polpuda
carteira de dinheiro.
No mesmo instante, julgou-se atendido. Mas como a carteira resistisse aos seus esforços,
urinou em cima dela a fim de derreter o gelo que a retinha. E foi então. . .
Que despertou na cama toda molhada. . .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s