Caos é Bagunça?

Algumas pessoas conhecem o Principia Discordia (PD) e nunca leram, outras conhecem o PD e leram até as 5 leis e pararam por ali. Outras leram o PD e apenas confirmaram suas convicções pré-PD. Outras pessoas leram e não entenderam. Outros leram e ainda estão entendendo. Eu ainda continuo estudando esse sistema todo por que ele é gigantemente complexo. Não só eu, mas também outras pessoas estudam e divulgam o trabalho. Isso serve também para divulgá-lo.

Já tomei posse de alguns (pouquíssimos ) livros e li alguns artigos falando a respeito do Discordianismo pra encontrar lacunas vazias.

A minha busca na compreensão foi iniciada tentando entender a relação do Discordianismo e a Magia do Kaos. Eu vim dizer que Caos NÃO  É BAGUNÇA!

Um tempo atrás eu havia escrito no Le Discordia sobre isso. No corpo do texto está exposto:

Eu diria que a Bagunça é o Caos destrutivo, ou o Caos negativo. Enquanto que o Caos construtivo, ativo e positivo é uma forma de arte, o que os Discordianos realmente fazem.

Le Discordia pag 20

Hoje já penso diferente. O Caos está desmembrado em Ordem e Desordem, da qual cada uma delas possui um polo positivo (ativo) e um polo negativo (passivo). Estando assim desmembrada como:

DESORDEM

(CONSTRUTIVA) – (DESTRUTIVA)

ORDEM

(CONSTRUTIVA) – (DESTRUTIVA)

Ambos estão contemplada dentro do Caos.

Em Koans Discordianos eu disponibilizei um mapa mental disso ai e pode ser visto logo abaixo:

Mapa mental

Como toda a compreensão se baseou no entendimento dela na Magia do Caos, a parte “prática” dela, o mapa mental trás elementos Herméticos, nas analogias do Ativo-Passivo… Criação e Destruição.

A bagunça estaria dentro da atmosfera DESORDEM-DESTRUTIVA. É aquela parte do Caos que apenas causa um aumento entrópico sem criar algo positivo. Por mais que Discordianismo enfatiza adogmatismo e desconstrução, visa um objetivo que é a libertação do Homem.

Se fosse só palhaçada não teria elementos Zens nela. Há por vezes uma confusão e as pessoas se tornam uns verdadeiros Cuzões falsos Discordianos.

A guerrilha ontológica e o Mindfuck pode ser tanto positivo como também negativo. Tal como o fogo que aquece e que queima e destrói.

Discordianismo pode ser levado a sério? É uma das perguntas que mais causam confusão. A religião quântica e fnordica que encurrala até para quem não quer levá-la a sério.

Ainda seria possível separar Discordianismo em Teórico e Prática. Uma (A)Religião (Des)organizada.

A teórica se restringiria aos conceitos que ela traz: As grades, Filosofia, A Irrelevância, etc.

A Prática se cerne em: Koans, Desconcstrução das Grades, aplicação da Irrelevância.

Uma das mensagens do Discordianismo é que Tudo é verdadeiro e Irrelevante ao mesmo tempo. Isso tenta tirar o estresse que a imposição de “Verdades” absolutas causa nas pessoas médias.

A flexibilidade é recíproca.

Pessoas vivem em bolhas e as bolhas Discordianas ficam na periferia da “normalidade”, bem no under-underground. É possível encontrar bolhas dentro das bolhas. Mas isso é tema pra outro post.

A questão aqui é elucidar que Discordianismo e o Coas não é Bagunça. O Caos é tomado como negativo justamente por essa confusão que os Gregos fizeram e que a Deusa veio revelar e esclarecer a desinformação. Por todo esse tempo apenas a Desordem Destrutiva foi observada. Agora resta a vocês enxergarem as demais facetas.

.:23:.

-><-

AINDA NÃO CONHECE A GENTE!?

Faça parte da Sociedade Fnordiana Discordiana e mande um e-mail para a puta que o pariu

Ou para sociedadefnordianadiscordiana@gmail.com

NÃO DEIXEM QUE OS GATOS MIMETIZEM O ESCHATON!

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s